portal médico

boletim informação

  • 01maio
  • Informativo

LEUCOCITÚRIA COM UROCULTURA NEGATIVA

Nº 183 - março - 2017

 O exame de urina, tanto bioquímico quanto morfológico, pode trazer inúmeras informações e uma delas é a presença de infecção urinária. Neste caso, espera-se o achado de leucocitúria com bacteriúria. Um resultado mostrando leucocitúria e urocultura negativa pode gerar dúvidas quanto a veracidade do resultado do exame, aventar a possibilidade de uma falha no procedimento laboratorial e provocar repetições com obtenção de resultados idênticos. A leucocitúria estéril é uma condição de prevalência que não pode ser relegada. Vários estudos mostram que a ocorrência é de 13,9% em mulheres e 2,6% em homens. Ela pode ser decorrente do fato dos meios de cultura utilizados rotineiramente só detectarem os patógenos urinários: E. coli,Enterococcus, Enterobacter,Citrobacter, Klebsiel l a , S.saprophyticcus, S. aureus e Pseudomonas . Nesses meios de cultura não há crescimento de microrganismos não habituais, os quais estão listados na Tabela I.Nos casos de leucocitúria com urocultura negativa, deve-se fazer uma investigação das possíveis causas, que estão elencadas abaixo nas TABELAS Ie II, realizando-se semeadura em meios de cultura específicos , exames laboratoriais e de função renal, exames de imagem ,anatomopatológico (citologia urinária), cistoscopia e, se apesar das investigações não se chegar a um diagnóstico conclusivo, deve-se fazer acompanhamento periódico do paciente. Indivíduos desidratados e crianças febris também podem apresentar essa condição. Por outro lado, em cerca de 5% dos casos pode-se encontrar o inverso: urocultura positiva sem leucocitúria, indicando que houve colonização bacteriana sem infecção.

TABELA I

TABELA II

BACTÉRIAS

LESÃO TRAUMÁTICA

Haemophilus

Liase

Gonococo

Iatrogenia

Micobactérias

PATOLOGIA TUMORAL

Anaeróbios

NEFRITE INTERSTICIAL AGUDA

Estreptococo Beta-hemolíco

UROPATIA POR MALFORMAÇÃO

Micoplasma

CISTITE INTERSTICIAL

Clamídias

GLOMERULONEFRITE BACTERIANA

VÍRUS

DIABETES MELLITUS

Herpes 2

LUPUS ERITEMATOSO SISTÊ MICO

Adenovírus Tipo 2

NEFROCALCINOSE

PARASITAS

OXALÚRIA E CISTINÚRIA

Esquistossomose

FASE PRÉ MENSTRUAL

Bilharziases

PUERPÉRIO

FUNGOS

CISTOSCOPIA RECENTE

Candida

PROSTATITE NÃO BACTERIANA

Torulose

 

PROTOZOÁRIOS

 

Tricomonas

 

 

 

< voltar